top of page

Zun, zun, zun

Por Dani Raphael


Zun, zun,zun,zun

Uma mosca moribunda, rompe o silêncio da minha sala vazia para dizer, bem aos meus ouvidos, _você conseguiu, você conseguiu, teu veneno foi maior que a minha vontade de viver.

E ficamos ali, nos despedindo do que nunca tivemos, nos desfazendo do pouco de vida que ainda lhe resta, ela com olhar sarcástico e eu me sentido um nada, tão vazia quanto a sala desta casa vazia.

Todos já se foram há tanto tempo, as gargalhadas, os brinquedos jogados na escada, os copos sujos em cima da pia.

Zun,zun,zun,zun, poderia ter sido seu último grito de socorro, mas ela preferiu rir-se de mim.


Imagem Bing- IA

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Arte

Rosa

Comments


bottom of page