top of page

Ser Mãe...

Ah! Se te contassem a verdade...

Tudo começa na gestação; dores nas costas, mudanças no corpo, as terríveis estrias e depois o parto —a temível anestesia geral, e a dor que vem em seguida; resultado do corte profundo em nossas barrigas.

Noites sem dormir, privação no nosso Eu e das nossas vontades. Mas, mesmo com todos os contras, a alegria de termos nossos filhos crescendo nos braços, a doçura de receber um abraço, a oportunidade de ver aquele ser se desenvolver, não tem preço.

Se me dissessem tudo isso há 18 anos, responderia da mesma forma que agora — vou pagar pra ver. Pois desde o momento que descobrimos essa realidade sendo gerada em nosso ventre, deixamos de viver o amor singular para vivenciar sua pluralidade.


Por Dani Raphael









5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page