top of page

Meu silêncio

Antes o silêncio não me incomodava, dentro daquele vazio não existia sentir solidão, pois essa já era a extensão da minha alma e por vivenciá-la, já não sentia mais.

Como aquelas dores crônicas, que deixam de ter importância quando se descobre que não há cura. Assim foi o silêncio dentro das paredes do meu quarto, do meu mundo, dentro dos olhos do meu porta retrato.

Silencie minha alma, para não existir.

Hoje renascida do meu útero; das minhas verdades recolhidas, o silêncio é algo que me agoniza, pois me faz lembrar da minha morte, e estou viva.

Continuo viva, querendo viver…

Dani Raphael


IMAGENS WIX.COM

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Elis

Ser

Comments


bottom of page