top of page

Divagações, recomeços

Em uma das minhas divagações matinais, discorri sobre recomeços, e nos entremeios deste contexto, fui obrigada a assumir para mim mesma, o quanto é mais difícil recomeçar, do que iniciar algo novo.

Ser obrigado a observar os próprios erros e reconhecer que é necessário voltar atrás e refazer toda uma trajetória, pode ser algo bem frustrante, principalmente quando somos confrontados pelo nosso Ego; que sempre se considera o dono da verdade.

Hoje percebo que estou alcançado a maturidade, quando busco em cada um destes recomeços, a humildade para reconhecer que preciso aprender do zero, do nada, como uma criança que começa a dar seus primeiros passos, pois todas as vezes que me mantive no modo reaprender, reaprendi, mas também cometi a maioria dos mesmos erros.


Por Dani Raphael




3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page