top of page

Beija-flor

Por Alda Leite

Sou como um beija-flor:

Incansável no bater das asas..

sou renitente..

Obstinada na arte de amar.


Sigo beijando as rosas e todo tipo de flor.

Sou arisca, e no descuido me vou.


Meu beijo é doce..

bico de beija-flor..

Gosto do mel das palavras.. que suaviza e abranda a dor.


Vou germinando a terra..

empobrecida de amor..

e junto dela nascem, muitos sonhos em meio a dor.


Meu bater de asas é acelerado,

acompanha no compasso, o bater do coração.


Nele cabem muitas coisas, menos a solidão..

Tenho por ofício, o compromisso de cada flor visitar..

e nelas deixo o beijo, de outras multiplicar.


Meu bico é afiado, escrevo e desenho poesias pelo ar..

borrifando cada um, que carrega esperança no olhar.


Não sobrevivo às prisões..

necessito da liberdade,

para encantar corações.


Sou beija-flor

sou teu beijo.


Deixe-me apenas

Voar.


Alda Barbosa Leite, brasileira, advogada, poetisa, natural do Rio de Janeiro


Instagram @luaestrelaspoeticas @luaestrelaspoeticas

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page