top of page

Águia

No raiar do dia

O azul infinito do céu atormenta a alma da águia

Que se descobre por tempos assentada no cume

Vislumbrando de longe o que imaginava ser o paraíso.

Neste instante deixa de ser águia

Para ser somente suas asas voluntariosas

Abrindo e abraçando o tempo

Num voou livre e perfeito.

O que era fixo já não existe

E na vasta imensidão da liberdade

Descobre que ser livre é estar fundida no universo do céu azul.

Dani Raphael


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Elis

Ser

bottom of page